As diferentes atrações do Monte Roraima

dscn2641

O Monte Roraima é 6º maior pico do Brasil, com mais de 2.700 metros de altitude, situado na tríplice fronteira entre o Brasil, Venezuela e a Guiana.

O trekking para a subida é realizado pelo lado venezuelano, sendo a cidade de Santa Elena do Uairén a base para explorar a região.

A aventura pode ter duração entre 6 a 9 dias, visitando diferentes atrações no topo do monte, de acordo com o tempo acampado lá.

O Monte Roraima está localizado dentro do Parque Nacional de Canaima, o mesmo onde fica o Salto Angel, maior cachoeira do mundo, porém o Salto está em outro tepuy (montanha em forma de mesa), chamado Auyantepuy. Para entrar no parque, é obrigatório contratar guia credenciado.

dscn2642

A maneira mais fácil de chegar a Santa Elena do Uairén é tomar um voo até a cidade de Boavista em Roraima e pegar um taxi do aeroporto para o terminal rodoviário (20 minutos). No terminal, há taxis compartilhados saindo a todo momento para a cidade de Pacaraima, na fronteira Brasil/Venezuela (2 a 3 horas). Em Pacaraima, é possível cruzar a fronteira a pé e tomar um taxi para o centro de Santa Elena.

Diferentes empresas organizam trekkings para o Monte Roraima. A primeira dica importante é fechar o trekking com empresas da Venezuela. O contato por email pode ser difícil, pois eles demoram um pouco para responder emails, mas vale a pena esperar, uma vez que as empresas brasileiras (de Roraima) costumam cobrar o dobro do preço pelo mesmo serviço (a única vantagem é o transfer de Boavista para Santa Elena, mas não justifica a diferença de preço).

Outra dica importante é levar tudo o que precisa do Brasil. Com a crise na Venezuela, produtos básicos, como repelentes ou filtro solar, podem ser difíceis de encontrar em Santa Elena.

dscn2650

O trekking

O início do trekking se dá em um local chamado Paratepui, que fica a aproximadamente 2 horas de carro de Santa Elena.

dscn2612

A caminhada no primeiro dia é leve, podendo pernoitar no acampamento do rio Tek (12km) ou, se o grupo tiver um ritmo bom, pode andar mais 1,5km e dormir no acampamento do rio Kukenan (13,5km). Nesses lugares o repelente é imprescindível, pois ambos ficam nas margens dos rios e a quantidade de puri-puri (mosquitos grandes semelhantes a borrachudos) é absurda.

dscn2634

Na segundo dia, tem-se a opção de andar mais 9km a partir do rio Kukenan (ou 10,5 do rio Tek) e acampar no acampamento base (22,5km) ou subir direto ao topo e dormir nos acampamentos chamados hotéis (25km). A subida do Monte tem 2,5km, mas é bem puxada. Só é recomendável subir já no segundo dia se todo o grupo tiver um ritmo muito forte.

dscn2673

Geralmente o terceiro dia é para terminar a subida e iniciar a exploração do topo a partir de pontos mais próximos.

dscn2665

No topo tem várias atrações, podendo ficar de 2 até 5 dias explorando as diferentes regiões.

dscn2714

A descida geralmente ocorre dos hotéis até os acampamentos dos rios Kukenan ou Tek. E depois dos rios até Paratepui.

Opções de Trekkings

Quando fiz o trekking em novembro de 2015, vi que tinham diferentes durações do trekking, mas não foi fácil encontrar informações sobre a diferença entre eles. Dessa forma, segue um resumo com as atrações visitadas conforme são adicionados dias no topo do Monte Roraima.

5 ou 6 dias

Na opção de trekking mais curto, somente são explorados os pontos mais próximos dos hóteis, como o mirante da janela, as jacuzzis e a Pedra Maverick.

dscn2869 dscn2961dscn2909

7 dias

Nesta opção são visitados todos os pontos da opção anterior, mais o vale dos cristais, cavernas, o fosso e o ponto triplo (monumento que representa tríplice fronteira entre Brasil/Venezuela/Guiana).

dscn2794 dscn2812 dscn2973 dscn2777 dscn2783

8 ou 9 dias

Nesse trekking deve-se acampar no camping coati do lado Brasileiro (camping dentro de uma grande caverna), e visita-se também o lago Gladys e a Proa (ponta do Monte Roraima).

dscn2762 dscn2883 dscn2990

Flora e fauna

No topo do Monte Roraima, existe um ecossistema muito peculiar, com diferentes animais e plantas. As espécies mais interessantes são o pequeno sapo negro, que anda ao invés de pular, e as plantas carnívoras.

dscn2886 dscn2764dscn2707

Quando ir?

A época com menor quantidade de chuvas vai de novembro à abril, e consequentemente é a melhor época para fazer o trekking (fiz no meio de novembro e peguei pouca chuva).

O que levar?

  • Roupas para o todo o trekking
  • Botas de trekking
  • Bastões de caminhada
  • Meias de trekking (muito importante)
  • Roupa de banho (sunga ou bikini)
  • Toalha
  • Roupa de Frio (anorak + fleece + segunda pele)
  • Higiene pessoal (desodorante, papel higiênico, escova/pasta de dente, sabonete e shampoo)
  • Medicamentos/kit primeiros socorros
  • Óculos de Sol
  • Protetor Solar
  • Repelente (importantíssimo)
  • Lanterna com bateria extra
  • Saco de dormir
  • Capa de chuva
  • Cantil
  • Pastilhas purificadoras de água (clorín)

Agências recomendadas (venezuelanas)

Mystic Tours: mystictours2113@gmail.com

Macunaíma: marco.mcalexis@gmail.com

Hospedagem Recomendada em Santa Elena

L´auberge:     http://l-auberge.net/

Agradecimentos:

David Bright, David Muños, Eduardo Hoffmann e Jon Mikel.

dscn2967

Categorias: América do Sul, Brasil, Roraima, Venezuela | Tags: , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: