Mergulho com a fera dos oceanos

shark1Desde o lançamento do filme Jaws (Spielberg, 1975), os tubarões vêm causando pânico na grande maioria das pessoas. Das 370 espécies de tubarão catalogadas, muitas são inofensivas e muitos dos ataques que ocorrem são devido a questões relacionadas com o desequilíbrio ambiental. Dentre estas espécies, uma chama atenção por ser a maior e mais feroz de todas: O Grande Tubarão Branco.

Os tubarões brancos são encontrados em águas frias. Esses gigantes habitam principalmente as costas da América do Norte, sul da África e Austrália. Na África do Sul, mergulhar com essas feras virou atração turística.

A cidade de Gansbaai na África do Sul pode ser considerada a capital mundial do Tubarão Branco. Diversas empresas em Gansbaai e na vizinha Kleinbaai organizam expedições para que os turistas fiquem frente a frente com esses animais incríveis na natureza.b9

Gansbaai fica a cerca de 160 km de Cidade do Cabo, capital legislativa e grande centro turístico do país. A viagem se dá pelo início da Rota Jardim (Garden Route), uma das estradas mais belas do país, repleta de atrações turísticas.

Não é necessária experiência com mergulhos para realizar a atividade, uma vez que o mergulho ocorre dentro de uma “jaula” flutuante e os turistas utilizam apenas máscara, snorkel e roupa de neoprene.

shark2

Os barcos saem de Gansbaai ou Kleinbaai pela manhã e navegam cerca de 1 hora até a área de maior probabilidade de ocorrência de tubarões. A tripulação então joga sangue e pedaços de peixe no mar até que os tubarões apareçam e fiquem rodeando o barco. Então eles descem a jaula e as pessoas se revezam de 4 em 4 para verem os tubarões de perto. Um membro da tripulação manuseia uma espécie de pinguim de borracha para fazer com que os tubarões cheguem muito perto da jaula, e algumas vezes eles até mordem a grade da jaula.

.b8

Realmente é uma experiência incrível ver essas incríveis criaturas tão de perto. Geralmente cada pessoa fica uns 10 minutos, mas é difícil ficar o tempo todo porque a água é muito fria. Se você quiser, pode repetir a dose quantas vezes der. Também é legal observar os tubarões de fora do barco, já que eles chegam muito na superfície.

shark3

Depois do encontro com os tubarões, o barco segue até uma ilha cheia de focas, que são de fato a comida dos tubarões. Na minha visita foi possível observar algumas focas feridas por ataque de tubarões.

c1

Em seguida o barco volta lentamente para Gansbaai ou Kleinbaai na espectativa de observar golfinhos e baleias. Quando eu fiz o passeio, vimos apenas golfinhos.

Hoje o passeio custa em torno de 100 dólares por pessoa já em Gansbaai. Partindo de Cidade do Cabo esse custo aumenta para cerca de 140 dólares por causa do transporte (valores atualizados em julho de 2014).

Informações Úteis

No tempo de navegação o barco balança muito. Quem tiver problemas com enjoo deve tomar medicamento para náuseas antes da realização do passeio.

A maioria dos passeios inclui café da manhã.

Empresas

http://www.sharkcagediving.co.za/

http://www.sharkdivingunlimited.com/

http://www.gansbaaisharkdiving.com/

http://www.sharkcagediving.net/

Acomodação em Cidade do Cabo

http://www.sunflowerstop.co.za/

Como eu fiz?

Estava de férias na África do Sul, em Cidade do Cabo. Pedi o albergue que estava hospedado para fazer a reserva com a Shark Cage Diving e fui no carro que havia alugado até Gansbaai. Gastamos aproximadamente 2 horas para chegar até Gansbaai.

Agradecimento especial aos companheiros de viagem:

Matheus Rezende, João Tavares e Rafael Athan.

Categorias: África, África do Sul | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: